11/03/2020

Almôndegas de atum e aveia

Ninguém resiste a um belo prato de almôndegas, verdade? Pelo menos cá em casa! 
Estas almôndegas são muito fáceis de fazer e eu adoro ter uma caixa delas preparadas na arca congeladora, prontas a salvar um almoço ou jantar inesperados. 
Ontem partilhei umas fotografias da preparação na página de Facebook e nos stories do Instagram e imensas pessoas pediram a receita. Cá está ela!
Servi as almôndegas com esparguete mas esta skillet em cima de uma mesa, com wraps, pão naan ou nachos são um petisco de comer e chorar por mais! Já estão a contar os dias para o fim se semana para comprovar o que eu estou a dizer? 

Ingredientes para 16 unidades:

3 latas de atum
4 c. sopa de flocos de aveia
1 ramo de salsa
1 ovo
sal, pimenta e noz moscada
1 cebola pequena
2 dentes de alho
1 c. sopa de azeite 
polvilho doce q.b.

Molho
3 c. sopa de polpa de tomate
1/2 cebola
1/2 pimento vermelho
2 chávenas de água
1 c. chá de coentros secos
sal 
2 c. sopa de azeite

Num tacho, deitar o azeite , a cebola e os dentes de alhos picados. Deixar cozinhar até a cebola ficar translúcida.
Numa taça, juntar o atum escorrido, a aveia, a cebola, a salsa e os temperos. Mexer bem e juntar 1 ou 2 colheres de sopa de polvilho doce, até a consistência permitir moldar as bolas. 
Moldar as almôndegas e reservar. 

Numa frigideira ou tacho, deitar o azeite e a cebola picada. Deixar refogar uns minutos em lume brando, juntar o pimento cortado às tiras, os coentros secos e a polpa de tomate. Deixar refogar mais um pouco e juntar a água. Mexer, temperar com sal e juntar as almôndegas. Tapar e deixar cozinhar durante 15-20 minutos. 

Servir as almôndegas polvilhadas com queijo emental e salsa fresca.
Este ovo cozido consegue-se com 6 minutos de cozedura (a contar a partir do momento em que começa a ferver)


26/02/2020

Rolo de couve flor, fiambre, queijo e tomate seco

O local de trabalho é a nossa segunda casa. Quantas vezes passamos mais tempo com os colegas de trabalho do que com a família? Como em tudo na vida, prefiro ver o lado bom e hoje em particular, o lado da partilha. São inúmeras as vezes em que partilhamos "as nossas coisas" com quem estamos mais próximos. Partilhas que chegam no momento certo e que ajudam a resolver tantas situações. Mais ou menos sérios, com mais ou menos brincadeira à mistura, são estes desabafos que desdramatizam problemas e dificuldades que todos nós temos. É um enriquecimento enorme. Sou muito grata por trabalhar com pessoas que me permitem trocar a palavra colega [que pessoalmente nem gosto muito] por amigo.
Como seria de esperar, muitas das conversas andam à volta de comida e esta receita foi uma dessas partilhas. Fiz assim que possível porque além de saudável, achei perfeita para um snack ou para colocar na marmita. 

Ingredientes:
(inspirada numa receita de Cátia Goarmon)

1 couve flor média
2 ovos
1 c. sopa de amido de milho
1,5 c. sopa de oregãos
150 g de queijo mozarella ralado
sal e pimenta

1 embalagem de peito de peru
4 metades de tomate seco
1/2 queijo de cabra curado

Coloque a couve flor, separada em floretes, num processador de alimentos. Triture. Junte 2 ovos e triture novamente. Acrescente o queijo mozarella, os temperos e o amido de milho. Triture novamente. 
Coloque num tabuleiro, forrado com papel vegetal e untado com manteiga. 
Leve ao forno pré-aquecido a 180ºC, durante 15 minutos.
Retire do forno e desenforme para cima de um pano ou papel vegetal polvilhado com pão ralado.
Disponha o fiambre, o queijo cortado cubos e o tomate seco aos pedaços. Enrole cuidadosamente e disponha num tabuleiro, polvilhado com pão ralado.

22/01/2020

Salada de salmão, queijo fresco, nozes e vinagrete de pesto

Este que parece um dos meses mais compridos do ano, é um mês de suposto detox pós festividades. Suposto porque depois há os aniversários, encontros e reuniões que arrasam qualquer tentativa de regressar as hábitos saudáveis. Felizmente saem estas saladas que ficam ali no limbo entre saudável e o mais ou menos, que deixam a consciência mais leve sem perder o sabor. Em almoços especiais, gosto de surpreender com uma sopa mais elaborada e saladas um pouco diferentes do habitual ou do que fazemos no dia-a-dia. 
Esta salada não dá grande trabalho, fica deliciosa e super vistosa na mesa. Pode ser preparada com as misturas de saladas que se encontram nos supermercados, que trazem normalmente diferentes tipos de alface. Os ingredientes que lhe acrescentamos são a gosto mas esta é uma das combinações que mais gostamos cá em casa. 

Ingredientes:
1 saco de mistura de alfaces (ou alface a gosto)
1/2 manga cortada aos cubos
3 ou 4 fatias de salmão fumado
1 queijo fresco
1 punhado de nozes 
1 punhado de sementes de papoila (passadas na frigideira anti-aderente só para torrar ligeiramente)

Dispor tudo numa travessa ou saladeira.

Vinagrete de pesto
3 c. sopa de azeite
1 c. sopa de vinagre 
1 c. sobremesa de pesto 

Colocar tudo num frasco, fechar e agitar para emulsionar.
Servir numa molheira para cada um temperar a seu gosto. 


03/01/2020

Creme de abóbora e camarão


Ao terceiro dia de 2020, escrevo o primeiro post do ano, numa tentativa de manter este blogue/livro de receitas atualizado. Todas as desculpas são válidas mas vou tentar não as usar com a mesma frequência de anos anteriores. O tempo não estica, é verdade, mas além de livro online onde estão muitas das receitas de sucesso cá de casa, aqui vai ficando anotado um bocadinho da história da nossa família. Tenho a certeza que daqui a uns anos, tanto a Maria como o Afonso vão dar uso a este caderno aberto e sorrir com alguns dos textos que antecedem as receitas!
Estes primeiros dias do ano estão a ser passados em casa, porque a pequenita está com varicela. Não houve passeio pela Baixa da cidade no dia de Janeiras, não fomos àldeia nem ver o mar. Brincámos às princesas, às mães e às filhas (sendo eu a filha, claro). Fizemos desenhos, jogos e muito mais. Muita paciência e banhos de maisena para acalmar a pele da pequena e a minha falta de dormir...
Do primeiro almoço do ano, trago a receita desta sopa de comer e chorar por mais. 

Que 2020 seja um ano bom para todos nós!

Ingredientes:
(receita adaptada do livro "Boas Festas com a Bimby")

30g de sementes de abóbora
azeite q.b.
1 haste de tomilho
1 pitada de flor de sal
250 g de camarão cozido com casca
450 ml de água
4 dentes de alho
1 c. sopa de manteiga
sal q.b.
250 g de cebola
700 g de abóbora
200 g de xuxu
150 g de batata

Leve as sementes de abóbora, a haste de tomilho e flor de sal a torrar numa frigideira anti-aderente. Deite um fio de azeite por cima, mexa e reserve.
Coloque a água numa panela com as cabeças e cascas e leve a ferver 5 minutos. Triture com uma varinha mágica, coe e reserve o fumet.
No tacho, coloque um fio de azeite e a manteiga e junte o alho picado. Refogue em lume brando, até o alho começar a libertar aroma, sem ganhar cor. Adicione o miolo de camarão previamente temperado com sal e salteie. Retire o camarão e reserve. 
Junte ao refogado do tacho a cebola picada e deixe refogar mais um pouco. Adicione os restantes legumes, cubra com o fumet reservado e retifique os temperos. Deixe cozer durante 20 minutos, triture e sirva com as sementes de abóbora e o miolo de camarão.

15/11/2019

Ementa da semana {com #mealprep}

|fotografia Pretend|
Sexta feira à noite!!
Esta a minha noite preferida da semana. É normalmente à sexta à noite ou enquanto o jantar vai fazendo, que organizo a semana seguinte. Gosto de ter as compras feitas na sexta para não perder muito tempo em supermercados ao fim de semana. Tenho a sorte de ter quase sempre legumes dos meus pais por isso ir ao mercado nem sempre é necessário. Faço por, ao fim de semana, ter tempo para programas com os pequenos porque os dias de semana nem sempre permitem passeios, ir ao parque ou ver alguma exposição. 

15/10/2019

Bolo de cerveja

Não é preciso desculpa nenhuma para ligar o forno e fazer um bolo, não é verdade? Eu teria muitas se quisesse para justificar o bolo desta semana. No domingo esteve um dia cinzento, recebemos visitas, chegou pelo correio uma lancheira com um pack de cerveja (Super Bock Free) mas principalmente porque chegou a forma mais linda, tão linda que assim que a Maria a viu, pegou e pôs à cabeça, fazendo juz ao seu nome, forma Crown.
Não vou dizer que é um bolo saudável, para os lanches da semana porque tem açúcar e manteiga como um bolo a sério deve ter. Mas a verdade é que prefiro mil vezes comer e dar a comer um bolo destes, feito por mim, do que qualquer coisa de compra. Se quiserem, façam as adaptações para que fique mais saudável, não esquecendo que é preciso ter algum cuidado com as substituições pois cada farinha/ açúcar tem as suas características, levando a um resultado bem diferente.
Este bolo fica com uma textura fantástica, húmida e super saboroso. Não fica com sabor muito acentuado, pelo menos com esta cerveja que usei, que diz que é composta por mais de 95% de água. Numa próxima tenho curiosidade em usar a cerveja preta e juntar nozes picadas à massa. Fica já no ar, a desculpa para um dos próximos fins de semana!


Ingredientes:
(Receita do livro "Um bolo por semana" de Rita Nascimento) 

Ingredientes:
200 g de manteiga sem sal
300 g de açúcar (usei 250g e ficou bom)
4 ovos
raspa de 1 limão
300 g de farinha T55
2 c. chá de fermento
200 ml de cerveja

Ligue o forno a 180ºC.
Numa batedeira, bata a manteiga com o açúcar até obter uma mistura macia e cremosa. 
Junte as gemas e a raspa de limão e continue a bater até estar uma massa homogéna.
Numa taça, misture a farinha com o fermento. 
Junte 1/3 da farinha à massa, de seguida junte metade da cerveja, junte mais 1/3 da farinha, a restante cerveja e por fim a última parte da farinha.
Bata as claras em castelo e envolva delicadamente na massa.
Coloque a massa na forma previamente untada com manteiga e polvilhada com farinha (eu uso desmoldante).
Leve o bolo a cozer durante 45-50 minutos.  
Faça o teste do palito antes para se certificar que este sai seco.





24/09/2019

Biscoitos de coco e chocolate

Sábado amanheceu cinzento. Nada que não se esperasse porque as previsões eram mesmo essas... Como tal, preparei tudo para passar a manhã na cozinha, a orientar as refeições da semana. Mas é impossível estar na cozinha num dia de chuva sem ligar o forno. 
Posts relacionados Plugin for WordPress, Blogger...
blog design by WE BLOG YOU