11/08/2020

Bolo de cenoura [crua] com recheio e cobertura de chocolate

 
Recentemente voltei a aceitar encomendas para festas. É sempre bom sentir esta espécie de normalidade, com o corre, corre que tão bem conheço das semanas em que tenho entregas para fazer. A salvação é sempre programar bem as coisas pois uma das minhas características mais flagrantes é ser distraída. Sou muito observadora e bastante perspicaz mas tenho que anotar tudo na agenda senão... é o caos. 

03/08/2020

Tosta de abacate e ovo {para saborear em qualquer refeição}


Pequeno almoço, brunch, almoço, jantar ou snack? Serve para tudo. Pelo menos a mim! Este tipo de refeição sabe-me bem a qualquer hora do dia! E se há coisa fácil de fazer é esta tosta.
Nos dias de semana, é o jantar perfeito. Vai na marmita pelo menos uma vez por semana, pois é uma refeição completa com hidratos de carbono, proteína e gordura saudável. Ao pequeno almoço ou brunch, acompanhada de uma grande chávena de café forte, sabe-me pela vida. 
Sabem escolher abacate? Nem muito duro nem muito mole. Mas se o levarmos para casa demasiado verde, nada melhor que usar o truque do saco de papel fechado com maçãs lá dentro. Serve para o abacate e para o kiwi. O etileno libertado pela maçã ficará preso no saco, permitindo um amadurecimento mais rápido das frutas.

30/07/2020

Massada de peixe


Sou fã de receitas de tacho! Suja-se menos loiça e durante a semana todos os minutos são preciosos! Os fins de semana têm sido passados na aldeia e tento aproveitar os dias de semana para organizar a casa. A verdade é que apesar da Maria já ter regressado ao infantário [para enorme felicidade dela] o tempo parece voar na mesma... Há sempre coisas a fazer em casa, compras, roupa, limpeza... Enfim, basta querer, como diz a minha Mãe... Nem sempre consigo ir fazer uma caminhada mas sempre que possível lá vamos nós, eu e o rapaz. Por isso, tento escolher almoços que não exijam muito tempo na cozinha e jantares leves e frescos, como tenho partilhado no Instagram.
Este almoço não estava na ementa mas isto das redes sociais é mesmo assim e uma pessoa vê uma coisa aqui e outra ali e acaba por ir tirando ideias! Vi no instagram da LeCuine.pt uma caçarola de massada de peixe  que a Ana Filipa partilhou e não resisti. Cá em casa somos fãs de massa e a massada de peixe é um prato que fazemos muitas vezes. Aqui no blogue já partilhei a nossa Massada de bacalhau e uma Sopa de peixe cremosa, mas nunca é demais, mais que não seja, para relembrar. Quantas vezes deixamos de fazer certas receitas, só porque caíram no esquecimento?

Diz a Mãe Fernanda que em tempo de tomate não há más cozinheiras e é bem verdade! Facilmente qualquer receita fica mais saborosa, só porque usamos tomate verdadeiro, cheio de sabor e colhido no ponto certo.

18/05/2020

Bolo de chocolate com ganache de framboesa {da Festa da Pippi]

Regressar.

Hoje é o dia em que muitos regressam após dois meses de confinamento por causa da pandemia. Por muito que tenha custado, não será nada comparado com o aperto no coração e nó na garganta que hoje sentem por regressar. Nada será como antes. Penso em todos mas principalmente na comunidade educativa que hoje tem o maior desafio das suas vidas. Como conseguir ignorar o lado do coração e apenas ouvir a razão quando o seu maior trunfo sempre foi o carinho e o toque o seu meio de transporte?
Só desejo [e Acredito] que corra tudo pelo melhor e que as nossas crianças, que no meio disto tudo são aqueles seres extraordinários que nos ensinam dias, não fiquem com marcas para sempre.

Este bolo que trago hoje é assim como eu descreveria este dia, intenso e que nos fica na memória.
Que seja um bom regresso!

14/05/2020

Os 4 da Maria {Festa da Pipi das Meias Altas)

A Maria fez 4 anos!! 
A nossa menina está tão crescida! 
Este ano teve uma festa bem diferente, sem a correria de crianças pela casa, sem abraços nem beijos da família e amigos mas felizmente, na inocência das crianças felizes há esta magia que permite ver o belo e a alegria mesmo no meio de uma Pandemia, isolada de todos.
O namoro com a Pipi começou no início do ano, quando a Avó Fernanda lhe falou nela. Coincidiu com um fim de semana em que a Maria tinha andado a passear de cavalo, e ao ver no primeiro episódio da Pipi das Meias altas que esta também tinha um cavalo, foi amor à primeira vista. Para mal dos meus cabelos [que estão cada vez mais brancos] a Maria tem mais semelhanças com a Pipi do que qualquer mãe gostaria!!
Preparei a decoração quase toda com coisas que tinha em casa, imprimi umas imagens para fazer os toppers e colar na parede. 
Fiz-lhe uma roupa da Pipi com duas t-shirts velhas e ela adorou!

27/04/2020

Pavlova com lemon curd


Esta ausência não foi por nós pedida,
este silêncio não é da nossa lavra,
já nem Pessoa conversa com Pessoa,
com o feitiço sempre imenso da palavra
Este tempo só é o nosso tempo
porque é nossa a dor que nos sufoca
e faz de cada dia a ferida entreaberta
do assombro que esquivando-se nos toca
Esta ausência é dos netos, dos filhos, dos avós,
é a casa alquebrada pelo medo,
é a febre a arder na nossa voz
por saber que o mal a magoa em segredo
Este silêncio é um sussurro tão antigo
que mata como a peste já matava;
vem de longe sem nada ter de amigo
com a mesma angústia que nos castigava
Esta ausência é uma pátria revoltada
que se fecha em casa sempre à espera
que a febre não a vença nem lhe roube
a luz mansa que lhe traz a Primavera
Esta casa somos nós de sentinela,
à espera que a rua de novo nos console
e que festeje debruçada à janela
a alegria que só nasce com o sol
Esta ausência mais tarde há-de ter fim,
por nada lhe faltar nem inocência;
que se escute o desejo de saúde
anunciando que vai pôr fim à inclemência
Que se abram as portas e as janelas,
que o medo, derrotado, parta sem destino
por ser esse o sonho colorido
que ilumina o riso de um menino."


|José Jorge Letria , 20 de Março de 2020

24/04/2020

Pastéis de nata

Tábua de servir Le Creuset. Parceria Lecuine.pt
Ficar em casa.
Arranjar vontade de não  desistir e aceitar que não somos perfeitos como nos fazem acreditar. Não somos os filhos perfeitos, os pais perfeito ou os companheiros perfeitos. Todos estamos na mesma situação [embora em circunstâncias diferentes] e a culpa não é de ninguém. Há dias mais difíceis mas acredito que atrás das nuvens cinzentas está um imenso céu azul e apenas temos que esperar que o vento as afaste para longe. Temos que continuar a manter o isolamento social e respeitar a distância de segurança para não deitar a perder todo o tempo que já estivemos longe da nossa família e amigos. 
Enquanto não chega o momento de sentar numa qualquer esplanada a saborear um pastel de nata e um café, em boa companhia e sem pensar no inimigo invisível, matamos as saudades com uma fornada destes pequenos em casa!
Fui buscar a receita a um dos grupos de facebook que mais tenho visitado, criado pela Olívia [que é uma das cozinheiras que mais admiro] e adaptei-a. O resultado pode não ser perfeito mas que deu para matar as saudades, deu!
Posts relacionados Plugin for WordPress, Blogger...
blog design by WE BLOG YOU