29/11/2018

Bolo de chocolate e framboesas com cobertura de pavlova

O fim de semana passado foi recheado de coisas destas, impossíveis de resistir. Foi um fim de semana de festas de aniversário, de família e amigos reunidos. Do melhor que há nesta vida, sem dúvida!  Foi um fim de semana chuvoso mas bem caloroso. De beijos e abraços de quem não vemos todos os dias.
Este foi o bolinho que fiz para a sogra, que apesar de não ter ficado bonito como planeado, ficou incrivelmente bom.
As receitas usadas são do mais simples que há, uma receita infalível de bolo de chocolate, framboesas frescas, natas e uma pavlova no topo. Não ficou perfeito porque o bolo e a pavlova foram feitos de véspera, em Coimbra e depois viajaram até Midões. Claro que a pavlova, delicada como ela só, sofreu danos irremediáveis mas que em nada comprometeram o sabor! Mas o suficiente para me tirar do sério e achar que íamos acabar a cantar os parabéns num queque de compra!


Bolo
4 ovos
2 chávenas de açúcar
1 pacote de chocolate em pó
1 chávena de óleo
2 chávenas de farinha
1 chávena de água a ferver
 
Ligue o forno a 180ºC.
Forre o fundo de  duas ou três formas de 20 cm com papel vegetal. Unte as formas e reserve. (se usar duas formas, terá que cortar cada bolo em duas fatias para rechear).
Bata os ovos com o açúcar até obter uma massa fofinha e a fazer bolhas. Junte o chocolate em pó, e o óleo mexendo sempre. 
Acrescente a farinha e quando estiver bem batido, deite cuidadosamente uma chávena de água a ferver. Tenha cuidado neste passo porque a massa fica bastante líquida e pode espirrar com a água quente.
Distribua a massa pelas formas e leve ao forno durante 30 minutos.
Retire do forno, deixe arrefecer 5 minutos e desenforme. Deixe arrefecer completamente em cima de uma rede.

Pavlova
(Receita de No Mundo de Luisa)
4 claras
200 g de açúcar
1 c. sobremesa de amido de milho

Ligue o forno a 130ªC.
Bata as claras até ficarem em espuma e acrescente o açúcar lentamente, uma colher de cada vez.
Bata as claras até deixar de sentir o açúcar e obter um merengue brilhante e forte. 
Junte o amido de milho e envolva.
 
Desenhe um circulo de 20 cm de diâmetro numa folha de papel vegetal. Forre um tabuleiro de forno com a folha e deite o merengue no circulo desenhado. 
Leve ao forno durante 1h e deixe arrefecer completamente lá dentro.

Recheio
450 g de framboesas
400 ml de natas frescas + 4 c. sopa de açúcar (bater até obter um chantilly cremoso)
4 c. sopa de compota de framboesa

Montagem
No prato onde vai servir o bolo, coloque uma colher de natas e espalhe.
Coloque a primeira camada de bolo. Recheie com 2 colheres de sopa de chantilly, coloque uma camada de framboesas frescas e outra camada de natas.
Coloque outra camada de bolo por cima. Recheie com duas colheres de chantilly e coloque framboesas em toda a volta do bolo. No centro, espalhe a compota de framboesa e por cima deite mais natas. 
Coloque a outra camada de bolo e mais duas colheres de chantilly. 
Coloque cuidadosamente a pavlova por cima e espalhe o restante chantilly. Decore com framboesas frescas.
 Sigam mais no Instagram

7 comentários:

Mary - Strawberrycandy disse...

Ficou maravilhoso!
Beijinhos,
Espero por ti em:
strawberrycandymoreira.blogspot.pt
http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

Anjo-de-Mel disse...

Mas olha q ñ diria, acho q ficou espectacular! Pessoalmente, acho bem mais atraente um bolo deste tipo do q aqueles c pasta de açúcar q enchem as montras das pastelarias! Adorei! E bem q fica numa mesa de Natal ;) Bjinhos.

Esparvoada disse...

Tem um ar maravilhoso!! Acho que vamos replicar aqui em casa :)
Mudei de casa em 2015 e desde então que não consegui ainda fazer uma pavlova decente.
Acho que o meu forno tem um problema qualquer, porque se a deixar a arrefecer no forno, fica completamente mole tipo marshmallow :(

vera ferraz disse...

Mole? Será da temperatura?

vera ferraz disse...

Obrigada!

vera ferraz disse...

Verdade!
Um beijinho!

Esparvoada disse...

Eu acho que não é da temperatura, porque enquanto está a cozinhar está tudo bem, mas mal desligo o forno começa a ficar assim. Mas vou experimentar fazer com uma temperatura mais baixa a ver se resulta.

De qualquer das formas acho mesmo que vou ter de trocar de forno, porque sempre que o uso, mal o desligo fica com muita humidade na porta e tem sempre imensa água que já me estragou o móvel onde está encastrado :(

Posts relacionados Plugin for WordPress, Blogger...
blog design by WE BLOG YOU