28/02/2018

Number cake

O mês de Fevereiro, o Meu mês, quase passou sem que eu conseguisse fazer nada do que tinha planeado. Uma dor na coluna há quase três semanas obrigou-me a parar e deixar para segundo plano tudo o que exigisse um pouco mais de mim fisicamente. A recuperação está demorada mas em breve espero voltar ao normal. As idas à cozinha têm-se resumido a coisas relativamente simples e rápidas pois nestas alturas, descascar uma cenoura, por exemplo, parece um ato heróico obrigando a cenas e posições do arco-da-velha...

Fiz anos no dia 19 e só fiz um bolo ao final do dia porque a pequena Maria parece ter percebido que faltava alguma coisa e não parava de pedir bolo. Saiu uma receita de bolo de iogurte sem açúcar refinado para que ela também pudesse comer e já foi muito bom. 
Mas este é o mês em que há mais aniversários para estes lados e no domingo passado houve mais um, o do meu Pai. Foram 70. Já! Como é possível, perguntava-me quase toda a gente... Não parece ter 70, está bem conservado, mas a verdade é que não é só nas crianças que damos conta que o tempo passa demasiado depressa... É nestas alturas, quando os nossos pais chegam a esta idade, que se começa a pensar que afinal eles também envelhecem... 
Como não podia deixar de ser, houve festa e claro, o bolo ficou ao meu cuidado. 
Juro que cheguei a temer pelo resultado e só respirei fundo quando o vi assim, terminado, a repousar em cima da mesa.
Como a festa foi na aldeia, achei melhor não arriscar fazer 70 km com ele nas mãos, correndo o risco de o estragar pelo caminho. Tenho a certeza que mesmo que isso não acontecesse, tinha apanhado "uma carrada" de nervos com tanta curva e contra-curva!
Estes bolos ficam muito bonitos mas a verdade é que eu nunca tinha experimento comer e muito menos fazer... Mas basta ir ao Pinterest ou Instagram para sermos brindados com fotografias lindas de bolos assim. Lá fui pesquisar e depois de perceber que as camadas de massa são de massa de biscoito, achei que não seria impossível. 

Massa para os números (rende duas camadas para um número):
225 g de manteiga sem sal, à temp. ambiente
1 cup* de açúcar
1 ovo
3 cup de farinha branca para bolos com fermento
1 c. chá de fermento para bolos
1 pitada de sal
1 c. sopa de essência de baunilha

*1 cup é uma chávena de 250 ml.

Misture o açúcar com a manteiga até obter uma mistura homogénea. Junte o ovo e bata. 
Acrescente a essência de baunilha, o sal e por fim a farinha e o fermento. Mexa até estar tudo envolvido.
Coloque uma folha de papel vegetal em cima da banca. Coloque metade da massa por cima e outra folha de papel vegetal por cima da massa. Estenda a massa com a ajuda de um rolo da massa.  Com a ajuda de um rolo da massa, estenda a massa até ao tamanho necessário. 
Com a ajuda de um molde de número (desenhei o tamanho que queria em papel recortei), corte a massa. Retire o excesso e deixe repousar no frigorífico durante meia hora, enquanto estende a restante massa.
Leve a cozer em forno pré-aquecido, durante 12 minutos. Nota: a partir dos 10 minutos é melhor não tirar os olhos do biscoito para que não coza demasiado!

Se pretender fazer um número com dois digitos como o da fotografia terá que repetir a receita e o procedimento. 

Recheio:
400 g de chocolate branco (usei Pantagruel)
300 ml de natas
300 ml de queijo creme ou queijo mascarpone
4 c. sopa de açúcar em pó

(5 g de gelatina incolor + 10 g de água se o recheio ficar pouco consistente)
Bater as natas e juntar o açúcar em pó. 
Bater o queijo creme, juntar as natas e bater mais um pouco. 
Partir o chocolate e levar ao microondas, de 20 em 20 segundos, mexendo entre cada vez até o chocolate derreter. Juntar ao preparado de natas e queijo creme e mexer bem.

Colocar o recheio num saco de pasteleiro com um bico liso.

Colocar a primeira camada de bolacha num tabuleiro e com a ajuda do saco de pasteleiro, fazer uma camada de bolinhas com o recheio. 
Colocar a outra camada de bolacha por cima, repetir e fazer o mesmo para o outro número.

Enfeitar o bolo a gosto com fruta fresca, chocolates, macarrons e uma ou outra flor.

11 comentários:

Filipa disse...

Obrigada pela partilha! :)
Espera que melhore rapidamente :)

Gorduchita disse...

Tem excelente aspecto. Um dia, quem sabe, experimento?!

As melhoras!

Mary - Strawberrycandy disse...

Em 1º parabéns atrasados para ti e parabéns ao pai!
O bolo ficou lindíssimo!
Beijinhos,
Espero por ti em:
strawberrycandymoreira.blogspot.pt
http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

Anjo-de-Mel disse...

Parabéns atrasados e parabéns ao pai e a ti pelo bolo! E rápidas melhoras! (estou tb a recuperar de uma ruptura muscular... :( ) Bjinhos e bom fds.

A Paixão da Isa disse...

mt bonito gostei mt parabens ficou 5* bjs

Clara Brito disse...

Ficou lindissimo.
Não sei se era capaz de fazer algo assim.

Beijinhos,
Clarinha
https://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2018/03/tarte-de-carne-picada-e-cenoura.html

Teresa disse...

Muitos parabens Vera, pelo aniversario e pelo bolo! Gostaria de saber se esta massa não fica dura e se é facil de partir e servir. Ficará bem com massa de pão de ló ?

As coisas da Mãe Sofia disse...

Que bolo lindo! 💕 Beijinhos

Helena Antunes disse...

Olá Vera. Adoro estes bolos! Podia dizer-me mais ou menos o tamanho das letras (tipo uma folha A3?)
Obrigada

Sonia Alexandra disse...

Olá Vera. Em busca de uma receita deste bolo dei com o teu post. Antes de mais, Parabéns, muito atrasados, mas de ♥. Estou indecisa entre fazer massa de bolo e está massa de biscoito. Podes me dizer se depois de montado a massa fica molinha e fácil de cortar? A quantidade de recheio deu para os dois números
Obrigada pela tua atenção. Beijinhos

Vera Ferraz disse...

Olá Sónia Alexandra,

Não fica molinha mas com a humidade do recheio, corta-se bem, sem desmanchar. O que eu aconselho não deixar cozer muito a massa.

Um beijnho!

Posts relacionados Plugin for WordPress, Blogger...
blog design by WE BLOG YOU